contato@comunicabc.com.br

29 de fevereiro, 2024

logo transparente escrito para fundo branco

Qual a importância da saúde bucal na luta contra o câncer oral

Qual a importância da saúde bucal na luta contra o câncer oral

Cuidar da sua saúde bucal é importante para prevenir o aparecimento de doenças que ameaçam a saúde de todo o seu corpo. No entanto, o que muitas pessoas não sabem é que usar a higiene bucal para prevenir o câncer oral é muito eficaz.

O câncer bucal é um tumor maligno que pode afetar vários tecidos da boca, como lábios, gengivas, bochechas, palato ou língua. A doença afeta cerca de 15.000 brasileiros a cada ano e pode ser fatal, matando cerca de 6.000 pessoas por ano.

Entre os pacientes mais propensos a essa condição, os homens com mais de 40 anos são mais propensos a serem afetados.

O índice foi mais acentuado entre as pessoas que vivem em grandes cidades da região sudeste do país. Os principais sintomas desta condição são:

  • O aparecimento de úlceras na boca que não cicatrizam após 15 dias;
  • Manchas vermelhas ou brancas em qualquer estrutura oral;
  • Nódulos na boca ou pescoço;
  • Dificuldade em engolir ou falar;
  • Rouquidão persistente.

Se um paciente notar algum desses sintomas, é importante procurar avaliação de um dentista ou otorrinolaringologista. Afinal, quanto mais cedo o diagnóstico, maiores as chances de uma recuperação completa.

Como funciona o tratamento do câncer bucal?

Muitas vezes, o tratamento do câncer é realizado por meio de intervenção multidisciplinar, incluindo cirurgia, quimioterapia e radioterapia – para destruir células defeituosas – e acompanhamento por outras especialidades.

Isso porque, além dos cirurgiões de cabeça e pescoço e otorrinolaringologistas, o próprio tratamento do câncer pode ter efeitos muito prejudiciais na boca. Dentre as sequelas mais comuns temos:

  • Boca seca;
  • Sangramento ou gengivas doloridas na área;
  • Descamação ou inchaço na língua;
  • Infecção do tecido bucal;
  • Alterações no paladar;
  • Desenvolvimento de cárie.

Esses efeitos não apenas impactam negativamente a qualidade de vida do paciente e os tratamentos odontológicos (como aparelho invisível ou outros procedimentos ortodônticos), mas também reduzem os efeitos de combate ao tumor.

Afinal, a diminuição da produção de saliva, sangramento nas gengivas e um sistema imunológico instável podem levar a infecções sistêmicas nos pacientes, aumentando a chance de internação em UTI e morte.

Métodos de prevenção para essas doenças

No entanto, embora o câncer bucal seja grave, é fácil de prevenir. Por isso, é necessário que as pessoas estejam atentas aos seus hábitos diários e à qualidade de sua saúde bucal.

Portanto, todos – incluindo jovens e mulheres – são aconselhados a estarem atentos aos seguintes comportamentos:

1. Higiene Bucal

Uma boa escovação dos dentes, alinhadores invisíveis e todos os tecidos da boca é a melhor maneira de evitar a formação de bactérias e de feridas que se transformam em estruturas cancerígenas.

Portanto, recomenda-se escovar os dentes 3 vezes ao dia ou após cada refeição, depois usar fio dental e enxaguar a boca com enxaguante bucal todos os dias. Além disso, sempre invista em produtos que contenham flúor.

2. Evite bebidas alcoólicas

O álcool é um diurético que interfere na produção de saliva, alterando sua qualidade, tornando a boca mais ácida, e promovendo a formação de placa bacteriana e outras lesões que danificam o resultado do implante dentário antes e depois e a estrutura dentária original dos dentes.

Estudos também mostraram que essas bebidas aumentam o risco de câncer de boca, faringe, laringe, esôfago e muito mais. Portanto, reduza seu consumo para um máximo de quatro doses por semana.

3. Pare de fumar

Fumar traz diversos problemas para a saúde geral do paciente, e com a saúde bucal não é diferente. O hábito de fumar é uma das principais causas de câncer de boca, pois o tabaco contém mais de 5.000 substâncias altamente tóxicas.

Esses elementos químicos alteram a função das células e, quando combinados com o álcool, tornam os pacientes até 20 vezes mais propensos a desenvolver múltiplos cânceres na boca e em todo o corpo.

4. Use camisinha durante o sexo oral

O HPV é uma doença sexualmente transmissível que afeta a boca quando as membranas mucosas de um indivíduo são feridas – mesmo aquelas com lente de dente – e entram em contato com os órgãos sexuais.

Como não há cura para esta infecção, acredita-se que o papilomavírus humano cause certos tipos de câncer bucal. Como resultado, as pessoas são mais propensas a problemas orofaríngeos graves.

Portanto, o uso de preservativos – preservativos – durante o sexo oral é essencial para prevenir o desenvolvimento de tais doenças.

5. Faça uma dieta balanceada

Uma dieta saudável e equilibrada traz muitos benefícios para todo o corpo, tornando o paciente mais forte e o sistema imunológico geral mais eficaz.

No entanto, comer frutas, verduras e legumes também pode reduzir o risco de câncer bucal.

Isso se deve aos antioxidantes presentes nesses alimentos que reparam o DNA das células, assim como a vitamina C que exerce efeito protetor sobre essas estruturas.

Além de deixar os dentes mais fortes, essa dieta também previne o desenvolvimento de doenças bucais que podem comprometer a saúde geral do paciente e intervenções odontológicas.

No entanto, caso precise, vá até ao hospital e peça por preços de implantes dentários ou outros tratamentos necessários.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Tags:

Redação Freud Online

Redação Freud Online

O Freud Online é um portal que traz as principais artigos para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos publicados​